BahiaNa CaraPolítica

Marcos Belitardo apresenta Pedido de Providência que cria o Comitê de Mortalidade Materna, Infantil e Fetal

By 22 de maio de 2021 Nenhum Comentário

Marcos Belitardo, vereador e presidente da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas iniciou o seu discurso na Sessão desta quarta-feira, 19 de maio,  dizendo que “vou mais uma vez falar sobre o triste episódio do caso da Nicoly. Eu estive conversando com meu pai, ele é médico na cidade desde 73 e esse ano completa 50 anos de medicina. Ele conhece a medicina da cidade muito melhor, isso eu afirmo com propriedade do que todos nós. Conversando sobre esses episódios que me entristecem de forma bem sincera, eu procuro sempre me colocar no lugar da pessoa, e eu me coloco no lugar daquela mãe que perdeu ali a sua vida, a vida do seu filhos. Como eu disse, um momento que era para ser de alegria e não foi. Durante a conversa com meu pai ele falou que há muito tempo atrás, na gestão do saudoso padre Apparecido, ele sugeriu ao então secretário de saúde, a criação de um Comitê de Mortalidade Materna”.

Com isso, o vereador Marcos Belitardo apresentou na Sessão o Pedido de Providência nº 376/2021, em que solicita a criação de um Comitê de Mortalidade Materna, Infantil e Fetal, com o objetivo de assegurar melhorias do acesso, da cobertura e da qualidade do acompanhamento pré-natal, da assistência do parto e puerpério às gestantes e ao recém-nascido.

Marcos Belitardo falou também sobre a CPI, “quando houve a proposta de CPI, falado aqui na Tribuna por alguns pares, foi pedida a coleta de assinatura ali, e eu falei não, eu vou ler, vou avaliar, vamos na nossa sala. O vereador foi até a minha sala, eu fiz um requerimento, nunca fui contra a CPI. Esse vereador que pediu que eu assinasse ali, respondeu que não ia assinar porque tinha que ler, a mesma resposta que eu dei para o mesmo”.

Marcos ainda explicou que “uma CPI começa com os vereadores reunidos discutindo. Foi marcada uma reunião nesta Casa e foi triste essa reunião, uma reunião que partiu somente para ofensas pessoais, daí porque o presidente dessa Casa, eu, agendei uma nova reunião e seguindo o artigo 201, parágrafo 3º, essa reunião foi filmada para que finalmente, em frente à câmeras, não se tivessem tantas agressões, e sim se discutisse aquele objetivo tão importante”.

O vereador Marcos Belitardo ainda disse que durante essa reunião, o jurídico da Casa explicou que o caso não era matéria de CPI, mas sim de uma investigação por parte da Comissão de Saúde e disse “sabe quantas vezes a comissão se reuniu até hoje, passado mais de 15 dias? Nenhuma vez. Isso me leva a crer que o que eles querem é ibope de forma tão suja, tão baixa, tão sorrateira, em cima de um episódio tão triste. Me faz é questionar qual o sentimento dessas pessoas” completando que “eu sempre fiscalizei lá atrás, sempre cumpri a minha obrigação, nunca tive rabo preso com ninguém, não tenho rabo preso com essa gestão”, desabafou.

Ainda na Reunião Ordinária, Marcos Belitardo apresentou o Pedido de Providência nº 382/2021, pedindo que seja instalado, em pontos estratégicos da cidade, Contentores Solidários.

Por Samanta Siepierski