Na Cara

Ufba sobe duas posições entre as universidade mais bem avaliadas da América Latina

By 14 de julho de 2021 Nenhum Comentário

A Universidade Federal da Bahia (Ufba) subiu duas posições no ranking Times Higher Education Latin América e agora ocupa o 26º lugar entre as 177 instituições avaliadas.

Na edição 2021 do ranking, divulgada na terça-feira (13), a Ufba aparece em 16ª entre as universidades brasileiras, uma posição acima em relação ao ano passado. Já entre as universidades avaliadas do Nordeste, a instituição ocupa o 1º lugar na região, mesmo patamar da avaliação anterior.

O ranking leva em consideração dados coletados em 2019. Por isso, de acordo com a Ufba, a lista, portanto, ainda não reflete o impacto da pandemia do novo coronavírus e o aprofundamento da crise orçamentária experimentados em 2020 e 2021.No entanto, conforme a universidade, em 2019, já eram grandes as dificuldades orçamentárias enfrentadas, fazendo com que a melhora no ranking seja um reflexo do “espírito de superação da comunidade universitária e o vigor do ensino, pesquisa e extensão realizados”.

Nesta edição do THE Latin America, 18 das 30 instituições mais bem rankeadas da América Latina são brasileiras. Dessas, 12 são federais, quatro estaduais e duas particulares confessionais. Das 100 mais bem avaliadas, o Brasil responde por quase a metade, 46. E do total de 177 universidades avaliadas, 67 são brasileiras (38%), sendo três baianas.

Uesc

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) obteve a 87ª posição, uma posição acima no mesmo ranking em relação ao ano de 2020.

Na Bahia, a Uesc tem a apenas a Ufba à sua frente e, na região Nordeste, a instituição ficou atrás das universidades Federal da Bahia, Federal de Pernambuco (Ufpe), Federal do Rio Grande do Norte (Ufrn) e Federal de Sergipe (Ufs).