Governo FederalNa Cara

Servidores de nove órgãos federais terão teletrabalho fixo após a pandemia

By 5 de julho de 2021 Nenhum Comentário

O esquema de trabalho home office será permanente para servidores de nove órgãos do governo federal. Essas pastas contam com 71.630 pessoas. Os dados fazem parte de um levantamento do Ministério da Economia.

O servidor que optar pelo modelo, em regime parcial ou integral, terá de assinar e cumprir um plano de trabalho. As despesas com internet, energia elétrica, telefone e outras similares são de responsabilidade do funcionário que escolher a modalidade. Não haverá horas extras ou banco de horas.

Ministérios e agências reguladoras fazem parte da lista de órgãos que decidiram colocar pelo menos parte dos trabalhadores em casa mesmo após a pandemia. As informações foram fornecidas a pedido do jornal Metrópole.

Veja a lista:

Ministério da Economia

Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)

Escola Nacional de Administração Pública (Enap)

Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR)

Ministério da Cidadania

Controladoria-Geral da União (CGU)

Advocacia-Geral da União (AGU)

Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)

Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq)

Um dos mais recentes órgãos a aderir ao modelo de trabalho foi o Cade, no fim de junho. As novas regras foram lançadas há um ano e entraram em vigor formalmente em 1º de setembro de 2020.