Programa Mais Médicos, sob gestão do Presidente Lula, alcança números expressivos em 2023

Sammy Chagas
03 de janeiro de 2024
Share:

Em um balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, os resultados do programa Mais Médicos sob a administração do Presidente Lula revelam um crescimento significativo, com um aumento de 105% no número de profissionais atuando em 2023. Com 28,2 mil vagas preenchidas em 82% do território nacional, o programa alcançou diretamente 86 milhões de pessoas, beneficiando diversas comunidades em todo o país.

Destaca-se que, ao longo desse período, 744 novos municípios foram integrados ao Mais Médicos, ampliando a cobertura e promovendo um impacto positivo na saúde básica. O Ministério da Saúde enfatiza que todos os 34 distritos sanitários indígenas foram incluídos no programa, representando um avanço significativo na assistência a uma população historicamente desassistida.

Em especial, no território Yanomami, o número de profissionais cresceu de nove para 28, evidenciando um compromisso com as comunidades indígenas. No total, 977 novos profissionais passaram a atuar na saúde indígena, demonstrando uma resposta efetiva às demandas dessas populações.

Um aspecto importante ressaltado pelo Ministério da Saúde é a reversão do cenário de desistência por parte dos profissionais. Enquanto 41% dos participantes desistiram em edições anteriores, a retomada do programa em 2023 trouxe oportunidades de qualificação, aperfeiçoamento, além de incentivos e benefícios, contribuindo para a manutenção e o fortalecimento do quadro de profissionais engajados no Mais Médicos.

Esses resultados expressivos apontam para uma gestão eficiente e comprometida com a saúde pública, marcando um período de avanços notáveis sob a liderança do Presidente Lula. O programa Mais Médicos se consolida como uma ferramenta fundamental na promoção da saúde e na redução das desigualdades no acesso aos serviços médicos no Brasil.

Compartilhar: