Na Cara

Ex-aluna de escola pública ganha bolsa em 10 universidades internacionais

By 29 de julho de 2021 Nenhum Comentário

Com 18 anos completados em fevereiro, a estudante brasileira Rhayssa Braz está a caminho de realizar um sonho considerado quase impossível pela maioria dos jovens brasileiros que frequentam escolas públicas: estudar em uma universidade estrangeira. Com esforço e determinação, ela conquistou dez bolsas de estudo em instituições internacionais.

A jovem, que mora em Santos, litoral de São Paulo, participou de 44 processos seletivos, sendo 43 nos EUA e um em Portugal. Foi aprovada por dez universidades e, após pesquisar muito sobre cada uma, com o objetivo de escolher a que oferecesse as melhores condições para estudantes estrangeiros, optou por cursar um programa interdisciplinar lançado numa parceria inédita entre a Zayed University (Emirados Árabes) e a Minerva University (EUA).

O programa envolve os cursos de Business Transformation (Transformação de Negócios); Social Innovation (Inovação Social); e Technology (Tecnologia). Durante os quatro anos de graduação, Rhayssa estudará no campus da Zayed University em Abu Dhabi.

Mas a cada seis meses, passará 30 dias em outros oito campi espalhados pelo mundo: Buenos Aires, na Argentina; Berlim, na Alemanha; São Francisco, nos EUA; Seoul, na Coreia do Sul; Hyderabad, na Índia; Londres, na Inglaterra; e Taipei, em Taiwan.

A graduação possibilitará à jovem atuar em diversas áreas profissionais. Entre elas, jornalismo, administração de empresas, diplomacia e tecnologia, incluindo funções em setores que desenvolvem recursos de Inteligência Artificial.

“O curioso é que eu tinha sido recusada na Minerva University em dezembro. Em abril, eles lançaram esse programa em parceria com a Zayed e segui minha intuição, me inscrevi em junho. Fui uma dos 30 estudantes no mundo que conseguiram a vaga nesse ciclo. Foi incrível. Fiquei sabendo que tinha sido aprovada durante uma videoconferência entre os participantes e o representante do programa. Eu quase desmaiei. Eu vi os outros comemorando, mas eu me sentia derretendo, parecia que ia morrer. Depois chorei muito, mas muito mesmo de tanta felicidade”, disse a jovem.

Com poucos recursos para investir nos estudos, Rhayssa frequentou escolas públicas da cidade desde o Ensino Fundamental, sempre se destacando por suas notas e desempenho. Participou de diversas competições de redação e chegou a ganhar em 2019 uma bolsa de estudos na Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Mas teve que recusar por falta de recursos financeiros para se manter naquele país.