Na CaraPolítica

Em seu discurso, Coutinho cobra o secretário de infraestrutura

By 22 de maio de 2021 Nenhum Comentário

O vereador Antônio Francisco Coutinho apresentou na Sessão Ordinária desta quarta-feira, 19 de maio, pedido de indicação para reforma da praça e da quadra de esporte do Residencial Padre José l e ll, no bairro Luiz Eduardo Magalhães, justificando ainda que, a praça é o único local para socialização das famílias, e bem como, a quadra de esportes que também se torna uma motivação para os adolescentes e jovens terem um envolvimento maior com esporte daquela localidade.

Coutinho apresentou ainda um Pedido de Providência, que leva a necessidade dos moradores das ruas Valdivino Ribeiro de Queiroz, com cruzamento com as Rras Santiago Dantas, e rua Nova Viçosa, no bairro Estância Biquíni, para que faça a rede fluvial de escoamento das águas das chuvas, que está gerando grande transtorno para os mesmos, existindo uma preocupação, devido o período de chuvas que está por chegar.

Já em seu pronunciamento o vereador Coutinho, explanou que “quero aqui ser solidário a todos os colegas edis que falaram sobre a postura do secretário, senhor Gessé, no qual ele tem que respeitar os vereadores, independente de ser ou não ser da base do governo, pois estamos aqui é para fiscalizar e cobrar, e quando o vereador vai até uma secretaria para solicitar alguma coisa, não é para nós não, nós vamos é para levar a necessidade do povo, e se ele tem que respeitar, o vereador Tequinha, presenciou o impasse que eu tive com ele lá na secretaria, e a falta de respeito dele para com minha pessoa. O secretário, se não quer ficar na pasta, peça demissão, e entregue para alguém que queira trabalhar, uma das minhas demandas para com a referida secretaria, é que, eu estive na Coelba, para realizarem os serviços que compete a eles no bairro Rosa Luxemburgo, no qual, já foi feito, faltando agora a implantação da iluminação pública por parte do município, serviço esse que é de competência da referida secretaria, no qual Gessé ficou de realizar tal serviço e ainda não fez, e o povo está lá jogados e chateados e com razão. Eu quero dizer que estou na base do governo, e pretendo ficar, mas não sou vereador do prefeito, sou vereador do povo, pois foram eles que me elegeram, e quando for para elogiar eu vou elogiar, mas quando for para cobrar, eu vou cobrar sim. E senhor secretário Gessé, todos têm direito de ser candidato ao que quiser, mas cumpra com seu papel como secretário, porque no dia que você estiver fazendo certo, eu vou aqui parabeniza-lo, mas neste momento o que você está fazendo é isto, promete e não cumpre, tá aqui a prova disso”, finalizou o vereador de forma indignada.

Por Cloves Neto