EsporteNa Cara

Banco do Brasil lança concurso de eSports

By 14 de julho de 2021 Nenhum Comentário

O mundo dos esportes eletrônicos tem ganhado cada vez mais adeptos no país. Jogos como Fortnite, Free Fire, Counter Strike e League of Legends são verdadeiras febres, tendo milhares de jogadores brasileiros online todos os dias em seus servidores. Aproveitando a popularidade e a permeabilidade deste setor, o Banco do Brasil (BB) anunciou no finalzinho de junho que irá realizar um concurso para seleção de streamers para a plataforma de eSports da instituição.

Chamada de “Stream Battle” a medida é mais uma ação da empresa estatal que reforça o seu pioneirismo no nicho dos esportes eletrônicos, onde tem atuado desde 2018, quando começou a patrocinar a feira BGS (Brasil Game Show). Agora, ela tem criado diversos serviços e projetos voltados a atender o público gamer.

Em uma entrevista ao site Máquina do Esporte, o analista de marketing esportivo do Banco do Brasil, Victor Santarlacci, explicou o motivo pelo qual a entidade tem dado tanto enfoque nos eSports. “Para a gente, os eSports são um segmento estratégico do banco, porque a gente enxerga o universo de games e eSports como foi o vôlei lá atrás para o banco. É um potencial mercado que a gente consegue apoiar e ter resultados positivos tanto para o Brasil no quesito de times e streamers, quanto para uma estratégia de rejuvenescimento de marca que o banco tem”, afirmou Santarlacci.

O analista também comentou sobre a concorrência acirrada entre os bancos para conquistar o público gamer, já que recentemente o Santander revelou o desenvolvimento de uma linha de crédito para a compra de produtos voltados a este segmento, sendo que inicialmente o BB havia lançado um projeto bem parecido. “A gente vê com muito bons olhos outras instituições financeiras entrando. E se orgulha de ser o primeiro banco a trazer os eSports para o programa de patrocínio. A competição faz bem para todas as empresas e para o mercado também. Ela é saudável e mostra o potencial que o universo gamer tem. A gente fica feliz com o apoio e a competição com certeza faz esse segmento crescer”, completou Santarlacci. E assim como os bancos tradicionais, as casas de apostas com bônus sem depósito também têm investido no setor, cobrindo os principais torneios de eSports em todo o globo e garantindo também que os fãs possam dar seus pitacos sem nem mesmo colocar as mãos nos bolsos.

CBLOL pegando fogo

Um dos torneios de esporte eletrônicos de maior audiência no Brasil, talvez até mesmo o maior, é o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL), e nesta temporada está mais acirrado que nunca. Na rodada deste domingo (4), o Flamengo conseguiu ampliar sua liderança no campeonato ao vencer o segundo colocado, a paIN Gaming, já a Vorax Liberty e a LOUD, que venceram KaBum e RED Canids Kalunga, respectivamente, se firmaram no top-4 da competição, estando cada vez mais próximos da fase de playoffs.

Ainda assim, o jogo mais aguardado da 10º rodada do CBLOL era entre Flamengo e paIN – enquanto o rubro-negro tinha acabado de perder sua invencibilidade no torneio, a paIN vinha recuperando o ritmo de jogo do split passado, quando se sagrou campeã. E como esperado de uma partida entre dois grandes times, o jogo começou com muito estudo, porém, ao cinco minutos, Cariok conseguiu dois abates no mid e garantiu um arauto para sua equipe, aumentando a vantagem sobre os rubro-negros. A paIN conseguiu administrar as ações da partida por um bom tempo, no entanto, após os 30 minutos o Flamengo começou a tomar as rédeas do jogo e conseguiu a virada após erros consecutivos do adversários, conquistando a alma do Dragão da Montanha, o que lhes garantiu a vantagem para vencer o jogo.