Na Cara

Zecarlos material para construção, implanta sistema de captação de água da chuva

By 3 de fevereiro de 2020 Nenhum Comentário

Preocupada com o meio ambiente e buscando ser um exemplo a ser seguido pelas empresas regionais a Zecarlos material para construção ousou mais uma vez, e na sua nova infraestrutura, instalou um sistema de captação de água da chuva.

A captação de água da chuva é uma excelente forma de contribuir para a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais. Além disso, reutilizá-la também é uma oportunidade para você reduzir os custos das despesas mensais e, assim, ter mais recursos para investir nos seus projetos futuros.

A Zecarlos material para construção é uma das primeiras empresas a implantar um sistema de captação de água da chuva onde a capacidade de armazenamento passa de 100 mil litros.

Toda água captada será destinada para resfriamento do telhado, e serviços de limpeza da empresa, dessa forma colaborando com o meio ambiente e com a saúde financeira da empresa.

Embora proporcione tantos benefícios, muitos ainda nãos reutilizam a água por falta de informação sobre o assunto ou por acharem que é um processo difícil. No entanto, seguindo algumas medidas simples e colocando em prática alguns cuidados, todos podem melhorar o uso do sistema hídrico dentro de casa e reutilizar o que seria descartado.

Entenda os dados de consumo de água no Brasil
Antes de começar o processo de captação de água da chuva para utilizar em casa, é muito importante entender alguns dados de consumo dos recursos hídricos no nosso país e os motivos pelos quais o reúso é imprescindível.

Para você ter uma ideia, em média, cada brasileiro utiliza cerca de 154 litros de água por dia, segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento do Ministério das Cidades. Esse número é maior do que o limite indicado pela Organização das Nações Unidas (ONU), que estabelece o uso de até 110 litros por dia.

Um estudo  divulgado pela Agência Nacional de Águas (ANA) também alerta que o uso de água no país vai crescer em 24% até 2030. De acordo com a agência, se hoje o país tem um gasto de 2 milhões de litros de água por segundo, em 2030 o consumo será de 2,5 milhões de litros por segundo.

Mesmo que o Brasil tenha 12% de água doce no planeta, as mudanças climáticas e o uso desenfreado vai tornar o recurso cada vez mais escasso e prejudicar o abastecimento não apenas para as futuras gerações, mas para a população atual também.