USP desenvolve detector de notícias falsas para auxiliar eleitores

Sammy Chagas
23 de maio de 2022
Share:

Os eleitores brasileiros ganharam uma ferramenta para detecção de notícias falsas, as fake news. A iniciativa é do Centro de Matemática e Estatística Aplicada a Indústria (CeMEAI), da USP.

Durante sete meses, pesquisadores da USP e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) trabalharam no desenvolvimento de algoritmos de inteligência artificial. A ferramenta identifica de forma instantânea as informações falsas.

O sistema combina modelos estatísticos e técnicas de aprendizado de máquina para definir as chances de um texto conter informações inverídicas. Ainda em evolução, a ferramenta em seus primeiros testes mostrou a precisão de 96% ao detectar as “fake news”.

Cerca de 100 mil notícias publicadas nos últimos cinco anos alimentaram a plataforma para compor o banco de dados e ajudar a identificar padrões de escrita.

Importância em época de eleição
Além da análise de notícias, a ferramenta também consegue verificar textos propagados em redes sociais ou aplicativos de mensagem, fontes de desinformação nos últimos pleitos ocorridos no Brasil. A expectativa é que ela entre em sua versão definitiva dentro de um mês, e assim pronta para ajudar a descobrir o que é verdade e o que é mentira no período de campanha eleitoral.

Alvo de hackers
Como as “fake news” beneficiam o discurso de determinados grupos políticos, o aplicativo já vem recebendo uma série de ataques hackers, como milhares de consultas simultâneas feitas por robôs, com o objetivo de sobrecarregar o servidor onde a ferramenta está hospedada, o que não foi capaz de tirá-la do ar.

Compartilhar: