Na Cara

Ufba tem ato em apoio a José Sérgio Gabrielli

By 22 de janeiro de 2020 Nenhum Comentário

Após a Controladoria Geral da União (CGU) cassar a aposentadoria de docente do ex-presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, a Associação dos Professores Universitários da Bahia (Apub) realiza ato público hoje, às 17h, em solidariedade ao ex-professor. O evento acontece no Salão Nobre da Reitoria da Ufba, no Canela.

A cassação, mesmo suspensa em decisão provisória do Superior Tribunal de Justiça, poderá ser confirmada no julgamento do mérito da questão.

A cassação da aposentadoria do professor ocorreu dias antes do Natal do ano passado, em publicação no Diário Oficial da União, como medida disciplinar relativa a supostas infrações cometidas durante a sua gestão como presidente da Petrobras.

Gabrielli presidiu a petrolífera-símbolo da soberania nacional entre 2005 e 2012. A direção da Associação dos Professores Universitários da Bahia (Apub) soltou nota de repúdio ao que considerou “tática de intimidação utilizando a máquina pública”.

– Evidência da excepcionalidade do caso, a aposentadoria cassada é relativa à atuação de Gabrielli como servidor público docente da Ufba, não tendo relação alguma com o exercício da presidência na Petrobras – explicam os docentes, na nota pública.

A Apub Sindicato realiza o ato em parceria com o Sindipetro Bahia e com o apoio de diversas entidades sindicais, movimentos e organizações da sociedade civil.

Castramóvel de volta

O serviço itinerante de castração gratuita de cães e gatos da Secretaria Municipal da Saúde retomará os atendimentos em Salvador. A apresentação do novo Castramóvel acontece hoje, a partir das 10h30, na Praça Municipal.

“A denúncia criminaliza a mera divulgação de informações, o que significa claro risco para a liberdade

de imprensa”

Texto de notada Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que afirma que a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o jornalista Glenn Greenwald, do The Intercept, “descreve fato que não pode ser considerado crime”. O Observatório da Liberdade de Imprensa, vinculado à entidade, “acompanha com grande preocupação” os desdobramentos do caso.

Vandalismo em passarela

A Secretaria de Ordem Pública (Semop) divulgou que a passarela da Madeireira Brotas teve a infraestrutura de iluminação vandalizada e furtada em cerca de 80%. O equipamento vem sendo o principal alvo de vândalos desde setembro de 2018.

De acordo com a Diretoria de Iluminação Pública 90 luminárias LED foram roubadas do local. Além disso, toda a infraestrutura em eletrodutos galvanizados foi arrancada a pancadas, por cerca de 300 metros.

Nos últimos meses foram investidos cerca de R$ 150 mil no equipamento com o objetivo de fornecer uma melhor iluminação e contribuir para segurança de quem passa pelo local.

Pagamento em dia

Pagar em dia, antes um dever, hoje tornou-se um mérito a ser divulgado, como fez o governo do estado, na expectativa de repetir o êxito de 2019, ao confirmar logo no começo do exercício a tabela de pagamento 2020.

São servidores ativos, aposentados e pensionistas das administrações direta e indireta com direito aos vencimentos com data de cada mês já divulgada no Diário Oficial do Estado.

A tabela pode ser consultada no Portal do Servidor. Os cidadãos vão receber seus vencimentos no último dia útil do mês, exceto quando cair em final de semana. Nestes casos, o valor estará disponível na sexta-feira anterior.

A primeira parcela do 13º salário será quitada ao longo do ano, já que a maior parte dos servidores opta por receber este adiantamento no mês de aniversário ou nas férias. A segunda parcela cai em conta no dia 18 de dezembro.

A folha de pagamento, de acordo com dados divulgados pela Secretaria da Fazenda, chega a R$ 1,6 bilhão para um total estimado em 280 mil servidores.

Equilíbrio fiscal – Para o secretário da Fazenda, Manuel Vitório, a manutenção do equilíbrio fiscal tem promovido as condições necessárias para que a Bahia continue a honrar seus compromissos.

– Vários estados brasileiros ainda atrasam ou parcelam os salários dos servidores em função da crise econômica, comparou o secretário.

Já o secretário da Administração, Edelvino Góes, ufanou-se da divulgação antecipada das datas do pagamento do funcionalismo, ao longo de todo o exercício vigente.

– A Bahia só conseguiu alcançar esse patamar em virtude da responsabilidade fiscal do Governo do Estado, afirmou Edelvino.