Bahia

Rui: Peço a Santa Dulce que ajude o Brasil a reencontrar seu caminho

By 21 de outubro de 2019 Nenhum Comentário

O governador Rui Costa (PT) afirmou neste domingo (20), durante a cerimônia em homenagem à canonização de Santa Dulce dos Pobres, na Arena Fonte Nova, que o “Anjo Bom da Bahia”, como era conhecida a freira católica, “está acima das religiões” por sua vida e história de cuidado com as outras pessoas. O petista disse, ainda, que pede “a Deus e à Santa todos os dias” que ajudem o Brasil a “reencontrar seu caminho”.

“[Santa Dulce] é uma inspiração de fé. Não só de pessoas católicas, mas pessoas de todas as religiões. E esta inspiração vem pelo seu exemplo de vida, pela sua dedicação aos pobres”, disse. “E por isso que nós afirmamos que Irmã Dulce está acima das religiões.”

Costa, que também esteve presente na cerimônia de canonização da primeira santa brasileira no Vaticano, afirmou que Santa Dulce dos Pobres “ilumina a alma dos baianos, dos brasileiros e de pessoas do mundo inteiro que querem cuidar de gente e fazer bem ao próximo”.

“Ela é uma lição de como dar amor, carinho, afeto, cuidado, afeição às outras pessoas, principalmente se dedicando ao longo de sua existência a quem mais precisa. Então, que ela continue iluminando a alma e o coração de cada um de nós, trazendo fé e esperança para que a gente tenha um mundo melhor, uma sociedade melhor e que cada vez mais nós tenhamos na inspiração dela, motivação para que muitas pessoas procurem ajudar o próximo”.

Ao comentar o entrevero que teve nesta semana com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o governador baiano se recusou a “falar sobre política”.

Em seguida, porém, não se furtou a criticar, ainda que de forma velada, o governo federal. “Eu espero que ela ajude – assim como peço a Deus todos os dias – o Brasil a reencontrar seu caminho. Que a vida do povo melhore e que o Brasil possa dar condições de vida digna a seu povo.”