Na CaraPolítica

Radio Caraipe Fora do Ar – Será Que Deu Raposa no Puleiro?

By 17 de junho de 2019 Nenhum Comentário

Tensão política aumenta e Rádio Caraipe FM pode ter sofrido alvo de sabotagem…

Ilustrando o titulo de forma simbólica  ao principal inimigo de um puleiro, onde os pobres pintinhos são alvos frágeis da dona raposa, fragilidade que a família que comanda a rede sul Bahia de comunicação traz no nome, (Pinto ) redigimos mais um fato da politica local

Na manhã dessa segunda feira os ouvintes da radio Caraipe Fm foram surpreendidos com um sinal fora do ar da emissora, onde varias situações foram imaginadas e até a possibilidade de corte de energia.

Porem não foi isso que aconteceu, apos os técnicos realizaram as vistorias, foram surpreendidos, com o arrombamento do parque da emissora localizado fora do perímetro urbano da cidade.

A pergunta é : A historia esta se repetindo ?

O velho jeito de fazer politica esta ressurgindo ?

Sera que um boteco onde o chicote do povo bate sem dó, esta de volta ?

Em entrevista ao programa do Xandão Junior na Rádio Cidade 87.9 FM, o ex-deputado federal Uldurico Pinto, afirmou não acreditar se tratar de um assalto, mas sim de um atentado a liberdade de expressão, haja vista que os veículos de comunicação aos quais o mesmo é administrador, vem cotidianamente denunciando as irregularidades de diversas administrações publicas municipais

A Rádio Caraipe FM, sofreu nesta madrugada, ação de criminosos. O fato aconteceu onde fica a Torre da emissora onde a janela da casa de transmissão foi arrombada, Também foi retirada a grade de proteção. Além disso, duas partes do ar-condicionado foram arrancadas, carregaram a bateria do nobreak e queimaram equipamentos.
A diretoria da Rádio desconfia de sabotagem e que a recente tensão política gerada pela série de denúncias feitas através da emissora gerou essa retaliação criminosa.
A diretoria da Rádio, no entanto, disse que só terá certeza dos fatos, após as imagens de vídeo do local forem liberadas e avaliadas pelo setor de investigação da polícia.
Vários profissionais do rádio de outras emissoras, se solidarizaram, no ar, com colegas da Rádio Caraipe FM. Para eles, um crime cometido contra uma emissora atinge a todos os profissionais pois é do veículo de comunicação que o sustento de seus colegas de profissão é tirado.
A torre da Rádio Caraipe FM fica localizada em área de difícil acesso e isso pode ter facilitado a ação dos delinquentes.