Quebra de sigilo: governo Lula libera lista de visitas de Michelle Bolsonaro

-
11 de janeiro de 2023
Share:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reverteu nesta quarta-feira (11) o primeiro sigilo de 100 anos decretado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL): as visitas recebidas pela ex-primeira dama Michelle Bolsonaro no Palácio da Alvorada. A medida é uma das promessas de campanha do então candidato à presidência.

As informações estão em uma relação de nomes obtida pelo jornal O Estado de S. Paulo. A lista mostra 565 registros de visitas a Michelle entre dezembro de 2021 e dezembro de 2022.

A primeira do rol é Nídia Limeira de Sá, diretora de Acessibilidade e Apoio a Pessoas com Deficiência do Ministério da Educação, que visitou a ex-primeira-dama em 51 ocasiões em um ano. Nas redes sociais, Michelle já apareceu em fotos ao lado de Nídia.

Quem também fez muitas visitas a Michelle foi o pastor Claudir Machado. Foram 31 entradas no Alvorada em documentos sinalizados como “finalidade: dama”, uma indicação à mulher de Jair Bolsonaro. Claudir Machado, que nas redes se assume como de direita e conservador, também publicou fotos com Michelle.

Compartilhar: