Polícia Civil da Bahia inicia curso de formação de 789 novos agentes

-
23 de outubro de 2023
Share:

A Polícia Civil da Bahia (PCBA) deu início, nesta segunda-feira (23), ao curso de formação de 789 novos policiais civis aprovados no concurso 2022/2 para as funções de delegado, investigador e escrivão. Uma aula inaugural aconteceu no auditório do Centro de Cultura Cristã da Bahia, no Costa Azul, em Salvador, com a participação do vice-governador Geraldo Júnior – representando o governador Jerônimo Rodrigues –, da delegada-geral, Heloísa Brito, e do secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner.

“Uma formação e qualificação para quase 800 policiais, que, com certeza, estarão preparados já pra o Carnaval do próximo ano, com treinamento, qualificação, legislação específica e, acima de tudo, dedicação, para que a gente possa dar continuidade a alguns investimentos na segurança pública”, avalia Geraldo Júnior, que acrescenta: “na última semana, vocês acompanharam as entregas dos novos armamentos, tanto para a Polícia Militar como para a Polícia Civil, e reforçando aqui, hoje, uma das nossas forças de polícia, que é a Polícia Civil”.

De acordo com a delegada- geral, Heloísa Brito, o curso tem duração aproximada de três meses. “O nosso objetivo é que, no final de janeiro, eles já estejam com a capacitação técnica necessária para que possam exercer as suas atividades. É um investimento grande do Governo do Estado, são R$ 7,6 milhões aplicados nesse curso de formação, entre bolsas e instrutores, buscando o que há de melhor no mercado para que possamos formar profissionais diferenciados, que vão agregar junto à nossa polícia judiciária”, explica.

O secretário Marcelo Werner destaca que, de forma inédita, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), possui quatro concursos em andamento para reforço do efetivo da Polícia Civil (PCBA), Polícia Militar (PMBA), Departamento de Polícia Técnica (DPTBA) e Corpo de Bombeiros (CBMBA): “serão 4.500 novos profissionais de Segurança Pública até o meio do ano que vem. O processo de formação, com diversas disciplinas, armamento de tiro, técnicas operacionais, área de inteligência, área de legislação aplicada à atividade policial. Tudo isso para dar melhor formação ao nosso policial civil”.

Investigadora da PCBA, Bárbara Ribeiro, fez um novo concurso e foi aprovada para o cargo de delegada. “A minha expectativa principal é poder contribuir ainda mais para a sociedade baiana. A ansiedade é muito grande. Todo mundo que vem fazer esse curso se dedica muito para isso. São alguns meses de formação, a gente tem que ficar distante das nossas famílias, muitas pessoas saem de empregos. Então, a expectativa é muito grande para que a gente termine esse curso e comece logo a trabalhar”, afirma.

Compartilhar: