Na Cara

Pelo menos 15 universidades baianas são denunciadas ao Procon

By 15 de maio de 2020 Nenhum Comentário

Com as aulas suspensas desde o mês de março por causa da pandemia mundial, alguns estudantes de universidades baianas não conseguem negociar as suas mensalidades. Pelo menos 15 universidades na Bahia foram denunciadas por não possuir um canal de comunicação direto com os alunos.

O superintendente do Procon-BA, Filipe Vieira, disse ao G1 que existe uma diferença entre denúncia e reclamações. “Reclamação e queixa é individual, denúncia é aquilo que atinge a uma coletividade, como é o caso dos alunos. O conteúdo das denúncias trata de não abater o valor da mensalidade, não reduzir, ou fazer a readequação desse contrato no caso de suspensão das aulas, é o que mais preocupa a gente”, disse.

Filipe destacou que é importante denunciar para que o órgão possa agir e providenciar um acordo entre as partes. “O ideal é que todo aluno que esteja vivenciando uma dificuldade preste a denúncia ao Procon. Isso vai se transformar em número, estatísticas, e nos permitirá que nos voltemos para aquela faculdade que não está prestado o serviço.”, alertou o superintendente.

Desde março as aulas foram suspensas pelo governo da Bahia e no início desde mês foi anunciada a prorrogação até o dia 18.