ColunistasNa Cara

Não estamos no mesmo barco

By 10 de abril de 2020 Nenhum Comentário

Me irrita essa frase “estamos no mesmo barco”
Não, não estamos. Não seja ridículo. Estamos na mesma tempestade, mas não no mesmo barco. O seu barco pode afundar.. e o meu não, e vice versa.

Pra alguns a quarentena tá sendo ótima! Momento de reconexão.. trabalho tá indo suave, etc

Para alguns tá sendo uma crise!

Para outros uma paz.. tempo de descanso. Férias.

Para outros tempo de tortura: “como vou pagar minhas contas?!”

Alguns estão preocupados com qual ovo de Páscoa vão comer hoje.. kinder ou Lacta..

Alguns estão preocupados se vai ter pão pra comer até o final da semana, se o arroz e o feijão serão suficientes

Alguns estão no home office na fazenda.. outros estão catando lixo pra sobreviver

Alguns querem voltar trabalhar porque não tem mais dinheiro

Alguns querem matar quem quer voltar trabalhar porque ele não tá pensando em dinheiro, afinal ele já tem uma reserva não precisa se preocupar com isso

Uns estão com Fé em Deus que veremos muitos milagres ainda em 2020

Outros dizendo que o pior nem chegou

Então.. Não amigo, nós não estamos no mesmo barco. Estamos passando pelo mesmo momento mas com percepções, experiências e necessidades COMPLETAMENTE diferentes. E sairemos cada um de um jeito desta tempestade.

Por isso neste momento é muito importante enxergar além do que se vê. Enxergar além de partido político, além de religião, além do próprio umbigo.. não menospreze a dor do outro porque você não a sente, não julgue a vida boa do outro porque você não sabe o que ele passou pra chegar lá.. simplesmente não julguem.

Fiquemos cada um no seu barco.. mas atentos, e aos que podem.. ajudando para o barco do outro não afundar, enquanto o nosso tem Heineken e corona no frigobar.

Julguemos menos. Tanto o que não tem, quanto o que tem de sobra. Tanto o que quer voltar trabalhar, quanto o que quer ficar em casa. Afinal.. estamos em barcos diferentes irmão! Fale por você…
Mas podemos ajudar uns aos outros.. se com amor, carinho, respeito e menos imposição, coices e afins.

O que você pode fazer pra ajudar? Faça.
Lembrando que compartilhar posts bonitos “fulano doou x para fulano.. apoiem os pequenos negócios… empresa x vai doar x coisas para x pessoas..” não faz de você um contribuinte 🙂

Fique no seu barco, de boa.. ajudando como puder. Mas sem hipocrisia de “estamos no mesmo barco.. tamo junto” não.. não estamos. O meu pode afundar.. o seu não. E vice versa.

Fé em Deus e sigamos, sem muita falação e mais ação.

Autor desconhecido