Na Cara

Modesto Carvalhosa apresenta queixa-crime contra Gilmar Mendes no STF

By 6 de novembro de 2019 Nenhum Comentário

Modesto Carvalhosa apresentou queixa-crime contra Gilmar Mendes no Supremo acusando-o de calúnia e injúria.

Em setembro, em entrevista ao site Huffington Post, o ministro disse o advogado fez um pacto com a Lava Jato para obter dinheiro da Petrobras.

Referia-se à tentativa da força-tarefa de administrar um fundo de R$ 2,5 bilhões, liberados pelos Estados Unidos, com metade do dinheiro destinado a ressarcir acionistas prejudicados.

Modesto Carvalhosa disse na ação ser “completamente descabida e inverídica” a afirmação de que o dinheiro iria para seus clientes.

“Olvida-se o querelado [Gilmar Mendes] que a Petrobras possui mais de seiscentos mil acionistas, inclusive fundos de previdência e fundos de trabalhadores […] O Querelante apenas representa alguns dos acionistas. A afirmação do querelado não guarda qualquer senso de proporção, e percebe-se claramente se tratar de ataque calunioso e indecoroso pessoal desferido contra a honra do querelante”, diz a queixa.

No Supremo, o dinheiro do fundo acabou sendo destinado para a Amazônia e para políticas de educação, num acordo costurado por Alexandre de Moraes com PGR, governos federal e estaduais.

Carvalhosa pede uma retratação da Gilmar Mendes; caso contrário, quer que ele seja processado como réu no próprio STF.