Na CaraSaúde

Ministério da Saúde reincorpora 350 médicos cubanos para reforçar atenção básica

By 11 de dezembro de 2020 Nenhum Comentário

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União publica desta sexta-feira (11) portaria com a lista dos nomes de médicos cubanos, com os respectivos registros únicos, reincorporados ao Projeto Mais Médicos para o Brasil.

São mais de 350 profissionais que trabalharão em municípios de 24 estados, dentre os quais Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

O Mais Médicos para o Brasil tem como fortalecer o serviço de atenção básica do país, a porta de entrada preferencial do Sistema Único de Saúde (SUS), que está presente em todos os municípios e próxima de todas as comunidades.

O programa é o substituto do Mais Médicos, implementado em 2013 no governo Dilma Rousseff.

Relançada em agosto do ano passado, a iniciativa promete a abertura de 18 mil vagas e um plano de carreira para os profissionais.

A princípio, são 4.823 municípios a serem atendidos no primeiro ano. O número de localidades irá mudar a cada ano, de acordo com a demanda. Segundo o Ministério da Saúde, o Mais Médicos tinha “diversos problemas”, como “processo seletivo frágil, vínculo precário, médicos sem supervisão, cadastros com inconsistências e a definição controversa de município prioritário”