Na Cara

Maria do Socorro pede ao MPF para fazer delação premiada, diz revista

By 31 de janeiro de 2020 Nenhum Comentário

Sem perspectiva de deixar a prisão, principalmente após a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de mantê-la detida, a desembargadora Maria do Socorro, ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), quer delatar.

De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, Maria do Socorro sinalizou para o Ministério Público Federal (MPF) que quer colaborar com a justiça um acordo de delação premiada.

Ela foi presa em um desdobramento da Operação Faroeste, que apura um esquema da venda de sentenças na Bahia.