Lula bate o martelo sobre desenho do governo com 37 ministérios

Sammy Chagas
21 de dezembro de 2022
Share:
Foto; assessoria/CCBB
Foto; assessoria/CCBB

O próximo desenho do governo federal foi anunciado pelo presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nesta terça-feira (20), em reunião do Conselho Político da Transição. A informação é da CNN Brasil. Até o momento, Lula revelou o ocupante de seis ministérios: Rui Costa (Casa Civil), Fernando Haddad (Fazenda), Margareth Menezes (Cultura), Flávio Dino (Justiça), José Múcio (Defesa) e Mauro Vieira (Relações Exteriores).

Além de Rui, mais quatro ministros serão ligados à Presidência: Secretaria Geral, Relações Institucionais, GSI e Secom, além da Advocacia Geral da União e Controladoria Geral da União, cujos chefes têm status de ministro.

Serão mantidos os ministérios da Saúde, Educação, Ciência e Tecnologia, Meio Ambiente, Comunicação, Minas e Energia, Agricultura e Turismo, todas sem chefia divulgada. Para Educação, o nome dado como certo nos bastidores é o do senador eleito pelo Ceará Camilo Santana (PT).

Assim como no sábado (17), o futuro ministro e governador baiano, Rui Costa, destacou que a criação de órgãos não vai gerar novas despesas. O próximo chefe da Casa Civil anunciou ainda que o time está praticamente escalado, o que permitirá o anúncio dos ministros ao longo desta semana.

Do atual ministério da Economia, ao lado da Fazenda, serão recriados os ministérios do Planejamento e Orçamento, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio além da nova pasta da Gestão e Inovação. Trabalho e Previdência será dividido em Previdência e Trabalho e Emprego e a área de Pesca sai do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

A terceira gestão de Lula contará com um ministério dos Povos Indígenas e contará com os retornos de órgãos específicos para Igualdade Racial e Mulher. A área de Infraestrutura será desmembrada em Transportes e Portos e Aeroportos, assim como Desenvolvimento Regional dará lugar a Cidades e Integração e Desenvolvimento.

Completam a Esplanada dos Ministérios: Desenvolvimento Agrário, Direitos Humanos e Cidadania, Esportes e Desenvolvimento Social, Família e Combate à Fome.

Compartilhar: