Governo Federal

IBGE inicia Pesquisa Nacional de Saúde; dados sobre paternidade passam a fazer parte

By 26 de agosto de 2019 Nenhum Comentário

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deu início nesta segunda-feira (26) as visitas domiciliares da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019. O levantamento vai investigar a prevalência de doenças crônicas não transmissíveis na população e quantificar os brasileiros com incapacidades físicas.

A PNS ainda vai contabilizar indicadores relativos ao estilo de vida da população, a exemplo do sedentarismo, tabagismo, dieta e consumo de álcool, além da saúde bucal. A PNS também investiga se os moradores sofreram algum tipo de violência e monitora a realização de exames preventivos, além de avaliar a percepção da população sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

Os agentes do IBGE ainda vão levantar informações sobre dados antropométricos, de peso e altura, de um dos moradores dos domicílios visitados, para detectar a incidência de obesidade e estabelecer as medianas de peso e altura da população.

A primeira vez que a pesquisa foi realizada foi no ano de 2013. Na edição de 2019 a PNS adicionou temas novos e foram incluídas questões sobre paternidade e exames pré-natal, direcionado aos homens.

A PNS 2019 também trará um módulo sobre atividade sexual, que será aplicado aos moradores maiores de 18 anos. Há perguntas sobre o uso de preservativos e a idade em que a pessoa teve sua primeira relação.

Outro módulo novo será o das Relações e Condições de Trabalho, que segue as recomendações da OIT, com perguntas para detectar condições insalubres no ambiente de trabalho, além de problemas de saúde relacionados.

A PNS continua a investigar se os moradores sofreram algum tipo de violência, em que local e quem era o agressor, mas a edição 2019 incluirá questões novas, para detalhar a natureza dessa violência (física, sexual ou psicológica).