Sem categoria

Estamos em Guerra – China quer demissão de Ernesto Araújo para liberar insumos da CoronaVac ao Brasil

By 21 de janeiro de 2021 Nenhum Comentário

Não estou sendo sensacionalista.

Já ouviram falar em Guerra fria?

Esqueçam as balas e canhões, é muito caro e arma comum entre os países.

E agora, depois do gatilho disparado, acabou a munição, só temos a arma.

Em meio ao impasse da liberação de insumos para a fabricação de doses da vacina CoronaVac no Instituto Butantan, em São Paulo, a China quer a demissão do ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo. O embaixador do país asiático, Yang Wanming, quer uma sinalização clara do presidente Jair Bolsonaro em favor do seu país.

Pequim espera no mínimo que Bolsonaro divulgue um comunicado destacando a boa relação entre os países. Nos últimos meses, o governo brasileiro tem feito diversos ataques contra a China em sucessivas declarações, o que tem estremecido as relações diplomáticas entre as nações.

Apesar das tentativas de amenizar publicamente a evidente crise nas relações entre China e Brasil, em uma das conversas do embaixador com representantes do governo brasileiro, ele chegou a afirmar: “Com o Ernesto nós não conversamos mais”, de acordo com o jornal Gazeta do Povo.