Empresa de Saneamento Embasa Criticada por Descaso em Teixeira de Freitas

-
19 de julho de 2023
Share:

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) tem sido alvo de críticas e indignação por parte dos moradores da cidade de Teixeira de Freitas. A empresa está sendo acusada de não cumprir com a legislação municipal, especialmente em relação à recomposição dos danos causados por intervenções nas vias públicas, em especial as asfaltadas, e por não apresentar um plano de trabalho eficiente para o saneamento da cidade.

A lei 1.180/2021,  versa sobre o seguinte criterio : As empresas concessionárias, contratadas ou permissionárias de serviço público, que deverão reestabelecer as vias e passeios públicos quando realizarem o serviço de instalação, manutenção ou reparo das redes de água, esgoto entre outros. No projeto, fica estipulado um prazo de no máximo de 72 horas para efetuar os reparos.

A lei municipal, foi fruto de um projeto de Lei proposto pelo verador Marcos Belitardo em 2017 , aprovado pela camara e sancionado em 2021.

As intervenções realizadas pela Embasa nas vias públicas têm gerado um verdadeiro caos para a mobilidade urbana da cidade. Moradores relatam que as obras são executadas de forma desordenada, causando transtornos no tráfego de veículos e pedestres, além de danificar o asfalto. A falta de recomposição adequada após as intervenções resulta em buracos e imperfeições nas vias, prejudicando não apenas os veículos, mas também colocando em risco a segurança de todos.

“A situação é lamentável. A Embasa parece não se importar com os transtornos que causa à população. Além disso, as intervenções mal feitas deixam a cidade com uma aparência de abandono, afetando a qualidade de vida dos moradores”, diz Maria Silva, moradora do bairro central da cidade.

Outro ponto de preocupação é a falta de um plano de trabalho eficiente para o saneamento da cidade. A Embasa tem o dever de garantir o acesso adequado à água potável e a coleta e tratamento de esgoto, porém, os moradores alegam que a empresa não tem cumprido sua responsabilidade nessa área.

“A falta de saneamento básico é um problema sério que afeta diretamente a saúde da população. Precisamos de uma empresa que realmente se preocupe com a qualidade de vida dos moradores e que trabalhe para resolver essas questões urgentes”, afirma José Santos, líder comunitário do bairro Eixo Sul. Um exemplo claro é em frente a antiga Grendene, onde a intervenção foi realizada e até a data dessa materia, a correção da malha asfaltica não foi feita.

A insatisfação da população tem se intensificado, e muitos cobram uma atuação mais enérgica dos órgãos responsáveis para que a Embasa cumpra com suas obrigações e apresente soluções efetivas para os problemas enfrentados na cidade.

Nossa equipe tentou contato com a Embasa para obter um posicionamento sobre as críticas e denúncias apresentadas pelos moradores de Teixeira de Freitas, mas até o momento desta publicação, não recebemos resposta.

A situação exige urgência e ações efetivas por parte da Embasa para respeitar a legislação municipal, promover a recomposição adequada das vias públicas e apresentar um plano de trabalho concreto para o saneamento da cidade. Enquanto isso, a população continua a sofrer com os transtornos causados pela falta de comprometimento da empresa responsável pelos serviços de água e saneamento na região.

Compartilhar: