Notícias

Dona da Vans e Kipling suspende compra de couro do Brasil

By 29 de agosto de 2019 Nenhum Comentário

Fabricante de calçados e acessórios em couro, a empresa americana VF Corporation informou ao Globo que não importará mais do Brasil a matéria-prima para os seus produtos, por questionamentos referentes ao respeito ao meio ambiente na cadeia de produção.

Sediada em  Denver, no Colorado, a companhia é proprietária de 18 marcas, como Timberland, Kipling, The North Face e Vans.

No comunicado, a empresa afirmou que, desde 2017, trabalha para que seus fornecedores sigam requisitos de “abastecimento responsável” e que não consegue “assegurar satisfatoriamente que os volumes mínimos de couro comprados de produtores brasileiros sigam esse compromisso”.

A indústria nacional de curtume chegou a negar a suspensão das exportações, mas a VF Corporation confirmou a informação.

Ao comentar a notícia, o presidente Jair Bolsonaro chegou a reiterar o posicionamento do Centro de Indústria de Curtumes do Brasil.

“Mais cedo jornais publicaram que 18 marcas suspenderam a compra de couro brasileiro. Àqueles que torcem contra o país e que vergonhosamente divulgaram felizes a notícia, informo que o Centro de Indústria de Curtumes do Brasil negou tal suspensão. As exportações seguem normais”, escreveu o presidente, no Facebook.