BahiaNa Cara

Com esquema especial de segurança, cerca de 180 mil baianos serão imunizados contra o coronavírus nesta primeira fase*

By 18 de janeiro de 2021 Nenhum Comentário

As primeiras doses da vacina Coronavac devem chegar em solo baiano por volta das 18h desta segunda-feira (18). Foram encaminhadas ao estado 376.600 doses do imunizante, que será utilizado para vacinar cerca de 180 mil pessoas. Nesta fase serão vacinados profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 e em unidades de saúde de urgência e emergência, idosos que vivem em instituições de longa permanência e indígenas.

Assim que chegarem à Bahia, as doses da vacina serão levadas para a sede do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia. O local foi escolhido como ponto de guarda do imunizante e onde foi montada, pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), uma sala de refrigeração para abrigar as doses. A depender do horário da chegada, a estimativa é de que as vacinas permaneçam nesta sala por aproximadamente três horas.

Após a chegada na sede do Graer será iniciado o processo de separação e distribuição para os 417 municípios baianos. Segundo a Sesab, cerca de 45 mil doses serão disponibilizadas para a capital baiana e, por motivo de segurança, a quantidade das doses que serão destinadas aos demais municípios não será divulgada.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, é possível que o primeiro cidadão baiano seja vacinado ainda hoje, e deve ser um homem ou mulher que vive em uma instituição de longa permanência.
“Após as primeiras vacinas chegarem a Bahia, nossa expectativa é que num período de 12 horas todas as doses estejam distribuídas para os municípios do estado, e no prazo de 24 horas após possamos iniciar a vacinação”, explicou o secretário.

Ainda segundo o secretário, caso as vacinas cheguem no horário previsto, à noite, a distribuição será iniciada com o uso de aeronaves para aqueles municípios que possuem pista de pouso com balizamento noturno. Outra parte será enviada em caminhões e caminhonetes com escolta da Polícia Militar.

As cidades previstas para receber aeronaves com doses da vacina ainda na noite desta segunda-feira são: Barreiras, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Vitória da Conquista, com imunizantes que também atenderão ao município de Paulo Afonso, Petrolina (pouso) – com vacinas direcionadas a Juazeiro, Lençóis (pouso) – com vacinas direcionadas a Seabra, Porto Seguro e Teixeira de Freitas.

Metade das vacinas que correspondem à segunda dose, prevista para ocorrer no prazo de um mês, serão armazenadas no Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos – CEADI. Ficarão no local mais de 188 mil doses da Coronavac.

*Esquema especial de transporte*

O esquema especial de logística e transporte da vacina que foi montado sob coordenação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), por meio da Polícia Militar da Bahia, em parceria com a Sesab, prevê a utilização de sete aeronaves e mais de 240 veículos entre caminhões, furgões e caminhonetes.

Segundo o coronel Manoel Xavier, coordenador da logística de transporte das vacinas, toda a corporação está mobilizada e prevê que mil policiais irão atuar diretamente neste trabalho. “Assim que a vacina estiver em Salvador, para os municípios mais próximos a distribuição será feita por via terrestre e os municípios até 300 quilômetros, por helicóptero. Para as demais cidades, a logística estabelece o uso de aviões. Todo o transporte será feito com acompanhamento de viaturas ou batedores. O Governo do Estado empreendeu todos os recursos da Segurança Pública para que as doses da Coronavac cheguem aos municípios o mais rápido possível”.

A previsão é de que os locais de vacinação também contem com reforço policial para garantir a segurança do processo. Toda a operação montada pelas secretarias de Segurança Pública e da Saúde conta com o apoio das Polícias Federal e Rodoviária Federal.

*_Repórter: Jairo Gonçalves_*
*_Fotos: Fernando Vivas/GOVBA_*