Governo Federal

Com ar no estômago após cirurgia, Bolsonaro volta a se alimentar pelas veias

By 11 de setembro de 2019 Nenhum Comentário

O presidente Jair Bolsonaro teve a dieta líquida cortada e voltou a se alimentar por meio endovenoso na noite desta terça-feira (10), dois dias depois de se submeter a uma cirurgia para correção de uma hérnia que surgiu na região do abdômen.

A volta à alimentação pelas veias aconteceu devido à dificuldade de retorno à movimentação intestinal, principalmente por causa da alta quantidade de ar em seu estômago e intestino. Também na noite de terça, foi introduzida uma sonda que vai do nariz ao estômago de Bolsonaro, para que o ar seja expelido.

O quadro do presidente, segundo boletim médico assinado pelo cirurgião Antonio Macedo, é estável. Ele continua sem febre, dor ou disfunções orgânicas. Os exames laboratoriais são considerados bons. O problema que levou ao corte da alimentação líquida, chamado “íleo paralítico” (quando o intestino para de funcionar normalmente, de modo temporário), não é incomum em pacientes que se submeteram a cirurgias de média e alta complexidade.