Cenário Eleitoral no Litoral do Extremo Sul da Bahia: Disputas e Reviravoltas em 2024

Sammy Chagas
02 de janeiro de 2024
Share:

A corrida eleitoral no extremo sul da Bahia ganha contornos complexos e vibrantes, abrangendo cinco municípios costeiros: Alcobaça, Prado, Caravelas, Mucuri e Nova Viçosa. Nesses cenários políticos distintos, as eleições de 2024 prometem ser marcadas por intensas disputas e surpresas.

Alcobaça:
Em Alcobaça, o atual prefeito Zico de Baiato se destaca como favorito à reeleição. Sua gestão elogiada e o respaldo do governo estadual fortalecem sua posição. A pluralidade de candidatos da oposição promete, no entanto, desafios significativos.

Prado:
A cidade de Prado é palco de uma acirrada competição entre o atual prefeito Gilvan, que desfruta de boa aceitação, e o ex-prefeito Wilsinho Brito, que avança na pré-campanha. A polarização na cidade mantém eleitores atentos aos desdobramentos dessa disputa.

Caravelas:
Caravelas enfrenta incertezas quanto ao sucessor do atual prefeito Silvio Ramalho, reconhecido como um dos melhores gestores da região. O apoio de Ramalho é considerado um fator determinante que pode influenciar as eleições de 2024, tornando Caravelas uma peça crucial nesse tabuleiro político.

Mucuri:
Em Mucuri, o atual prefeito Robertinho busca a reeleição, contudo, a possível candidatura do deputado estadual Robinho pode alterar o curso dessa disputa. Gerson da Padaria surge como opositor forte, prometendo uma competição acirrada. Mucuri se destaca como uma das  cidades do extremo sul cujo prefeito não está na base de partidos do governo estadual, e a presença da indústria de papel e celulose Suzano acrescenta complexidade ao cenário político.

Nova Viçosa:
Em Nova Viçosa, a atual prefeita Luciana, esposa do deputado estadual Robinho, figura como pré-candidata à reeleição e é considerada favorita. Apesar disso, um grupo adversário forte promete desafios significativos, tornando a corrida eleitoral na cidade um capítulo importante a ser acompanhado. Nova Viçosa também figura como uma Cidade onde a atual prefeita não está na base do Governo do Estado da Bahia.

Com todas essas peças em movimento, o litoral do extremo sul da Bahia se prepara para uma eleição repleta de nuances, onde cada cidade contribuirá para a construção do panorama político regional nos próximos meses.

Compartilhar: