BahiaNa Cara

Café teixeirense recebe prêmio de melhor do Brasil

By 24 de novembro de 2020 Nenhum Comentário

A divulgação da premiação “Coffee Of The Year – 2020” aconteceu nesta sexta-feira (20), no último dia da Semana Internacional do Café. Conferido ao cafeicultor Gustavo Sturm da Fazenda Bom Retiro, a premiação traz destaque no cultivo do café conilon em Teixeira de Freitas e para o Extremo Sul da Bahia.

Disputando com os melhores produtores de café de todo o Brasil, o café da Fazenda Bom Retiro foi tido como o melhor da categoria “Canéfora (conilon)”, com nota de 85,17 pontos. De peso internacional, o prêmio destaca o melhor café e produtores do Brasil em quatro categorias distintas, a Canéfora (Conilon), Arábica, Fermentação Induzida Canéfora (Conilon) e Fermentação Induzida Arábica.

Dedicado ao estudo e aprimoramento do café conilon, Gustavo Sturm é um dos idealizadores e promotores, junto a Prefeitura de Teixeira de Freitas / Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do Prêmio Conilon de Qualidade que premia os melhores produtores da região, meio que tem utilizado para unir e incentivar produtores de café da região, a qualificar as suas lavouras de canéfora (conilon).

“O prêmio conquistado por Gustavo é um incentivo a mais para que os produtores de Teixeira de Freitas e região invistam em melhorias de sua produção visando oferecer cada dia mais aos consumidores um café de qualidade. Uma grande prova da importância de se manter o Prêmio Conilon de Qualidade, para que possamos em breve ter mais prêmios como o Coffee Of The Year em nossa região”, comentou o secretário de Agricultura do município, Dori Neves.

Conheça os vencedores nas quatro categorias.

CANÉFORA (CONILON)
• 1º – Gustavo Sturm, Fazenda Bom Retiro,Teixeira de Freitas (BA)
• 2º – Luiz Cláudio de Souza, Sítio Grãos de Ouro, Muqui (ES)
• 3º – Sílvio Ricardo Werner, Sítio Reino das Água Claras, Lajinha (MG)
• 4º – Giovanio Cesar Sering, Sítio Sering, Itarana (ES)
• 5º – Sara Horst, Fazenda do Braz, Iúna (ES)

ARÁBICA
• 1º – Denizar Dias Douro, Sítio Douro Cafés Especiais, Marechal Floriano (ES)
• 2º – Wilians Valério, Sitio Recanto dos Tucanos, Alto Caparaó (MG)
• 3º – Cedro Fornari, Sítio Refúgio do Cedro, Iúna (ES)
• 4º – Greciano Lacerda, Sítio Forquilha do Rio, Espera Feliz (MG)
• 5º – Miriam Monteiro de Aguiar, Fazenda Cachoeira, Santo Antônio do Amparo (MG)
• 6º – Wilians Valério Júnior, Sítio Recanto dos Tucanos, Alto Caparaó (MG)
• 7º – Aurelio Figueiredo Felizali, Fazenda Terras Altas, Ingaí (MG)
• 8º – Beatriz Aparecida de Souza Guimarães, Quintas de Guimarães, Serra do Salitre (MG)
• 9º – Getulio Mitsuhiro Minamihara, Fazenda Santa Maria/Café Minamihara, Cristais Paulistas (SP)
• 10º – José Adil Braggion, Fazenda Boa Esperança, Bragança Paulista (SP)

FERMENTAÇÃO INDUZIDA CANÉFORA (CONILON)
• 1º – Ediana Capich, Sitio Santo Antonio, Novo Horizonte do Oeste (RO)
• 2º – Neuza Maria da Silva de Souza, Sítio Grãos de Ouro Muqui (ES)
• 3º – Cristiano Henrique Pereira Venturim, Fazenda Bonanza Lajinha (MG)

FERMENTAÇÃO INDUZIDA ARÁBICA
• 1º – Maria Gabriela Baracat Sanchez, Fazenda Dois Irmãos Cafés Especiais Coromandel (MG)
• 2º – Juliana Roberta Calinçani, Fazenda Alto Siritinga, Santa Margarida (MG)
• 3º – Andreia Mattos, Sítio Terra Branca, Alto Jequitibá (MG)