Na Cara

Bolsonaro acusa jornais de praticar ‘covardia’ e ‘patifaria’ no seu governo

By 7 de outubro de 2019 Nenhum Comentário

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) acusou nesta segunda-feira (7) a imprensa de agir com ‘covardia’ e ‘patifaria’ na cobertura midiática do seu governo.

“Eu lamento a imprensa brasileira agir dessa maneira. O tempo todo ‘mentindo, distorcendo, difamando’. Vocês querem me derrubar? Eu tenho couro duro, vai ser difícil. Continuem mentindo”, declarou ao deixar o Palácio da Alvorada.

As críticas do presidente foram direcionadas aos jornais Folha de São Paulo e ao Correio Braziliense, após publicações de reportagens denunciativas a seu governo e sua atuação na gestão eleitoral para presidente, em 2018.

Entenda o Caso

O jornal Folha de São Paulo revelou neste domingo (7) que um depoimento e uma planilha obtidos pela Polícia Federal sugerem que recursos do esquema de candidaturas laranjas do PSL em Minas Gerais foram desviados para abastecer, por meio de caixa dois, a campanha de Bolsonaro

Já o Correio Braziliense, afirmou nesta segunda-feira (7) que o presidente encaminhará ao Poder Legislativo projeto de reforma administrativa que deve prever o fim da estabilidade para servidores públicos.

Censura aos Jornais

No domingo (7), o chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, Fabio Wajngarten sugeriu um boicote publicitário aos veículos de imprensa que produzem, no seu entender, “manchetes escandalosas”.