Na Cara

Agora ou piora ou melhora, chegamos no pico

By 4 de junho de 2020 Nenhum Comentário

Após um atraso de mais de três horas, o Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (3), o boletim diário da pandemia do coronavírus no Brasil. Os dados mais recentes indicam 1.349 mortes confirmadas em 24 horas no Brasil, ou uma a cada 64 segundos, o maior número já contabilizado nesta pandemia.

O Ministério atribuiu o atraso na divulgação, às 22h, a “problemas técnicos”. De acordo com o boletim, os números contabilizam casos até o horário padrão de divulgação, sem contar as motes nas três horas a mais.

Com isso, o total de óbitos chega a 32.548. O índice supera a alta de ontem, quando foram registrados 1.262 óbitos. O número de pessoas recuperadas da doença também sobe a cada dia e já chega a 238.617, o equivalente a 40,9% dos pacientes. Ainda segundo a pasta, mais de 312 mil casos seguem em acompanhamento.

O boletim registra 4.115 mortes ainda em investigação. São óbitos sinalizados como suspeitos para Covid-19, que aguardam resultado de testes para a doença do novo coronavírus.

Segundo o Ministério da Saúde, São Paulo é o estado com o maior número de casos (123.483) e mortes (8.276). Na sequência, aparecem o Rio de Janeiro (59.240 casos e 6.010 mortes) e o Ceará (56.056 casos e 3.605).