Na Cara

A Semana do Chicote, na política de Teixeira de Freitas.

By 2 de junho de 2019 Nenhum Comentário

No tabuleiro da política local dessa semana 3 assuntos devem dominar os debates e os neurônios dos jogadores e a expectativa da população, que vive ansiosa por dias melhores em Teixeira de Freitas, onde os debates tem tomado o lugar das ações.

Os principais pinos do tabuleiro são:
APLB – Timóteo Brito – Hermon Freitas – João Bosco Bitencourt.

A greve dos professores, que até o momento não foram ouvidos pelo prefeito, e também não receberam os seus vencimentos até a última sexta-feira, que foi o último dia útil do mês de maio, a greve se estende ocupando o palco de uma importante decisão que provavelmente será tomada essa semana, o palco da Câmara de vereadores, onde os professores decidiram ocupar desde o último dia 28 de Maio.

É lá nesse mesmo local que provavelmente será votada essa semana, as contas do ex prefeito João Bosco no exercício de 2016, decisão que será de suma importância para o futuro político do ex gestor.

O voto é secreto, e as contas foram reprovadas em parecer técnico no tribunal de contas dos municípios, cabe aos vereadores também fazer essa avaliação, ou seguir o comando do Governo municipal que opina pela rejeição das contas, dentro do campo político.

O palco será de muita tensão caso a greve não se resolva até quarta feira, onde os vereadores praticamente sinalizam por onde irão caminhar e o prefeito poderá ou não maneirar a força da sua palmada.

Uma decisão delicada, porque ao mesmo tempo que tem que bater forte na mesa, o atual gestor Timóteo Brito precisa rever o peso da sua palmada para com os professores, devido o seu histórico com a categoria.

O fato é que as principais decisões terão que ser tomadas e conduzidas em um curto prazo de dois dias, algo que dará início a um norteamento na corrida eleitoral , onde a ferida do calcanhar de Aquiles do prefeito poderá ser sangrado mais uma vez.

Qual será o recado do Rei?