Na Cara

A NOVA BATALHA DE BOLSONARO

By 19 de outubro de 2019 Nenhum Comentário

Deve ser algo inédito na história.

O presidente de um partido político (Luciano Bivar, do PSL) cogita expulsar da legenda seu maior expoente.

É como se o técnico da seleção brasileira, nos tempos áureos do futebol nacional, quisesse botar Pelé para fora do time.

A ameaça de Bivar é o mais recente movimento em uma escalada de ofensivas de lado a lado.

Há alguns dias, começou com o próprio Bolsonaro:

Dias depois, a PF foi bater na porta do presidente do partido, numa investigação que apura o uso de candidaturas laranjas pela legenda para desviar verbas do fundo eleitoral — do seu dinheiro, portanto, caro leitor:

Mas, afinal, o que está por trás disso?

E que peso isso pode ter sobre o futuro de Bolsonaro?

O repórter Caio Junqueira responde, em uma apuração exclusiva:

Ele revela que, em jogo, estão R$ 500 milhões de recursos públicos que devem irrigar as contas do partido em 2020, ano de eleição municipal.

E que a eventual saída de Bolsonaro e dos bolsonaristas do PSL é uma hipótese em avaliação.

Outras alternativas serão analisadas. Inclusive a criação de uma nova legenda ou a migração de Bolsonaro e seus aliados mais fiéis para um partido já existente. Muitos partidos já se colocaram à disposição para receber o presidente e seu grupo, como o Patriotas e a União Democrática Nacional, a UDN, cuja recriação deve ser homologada em novembro pela Justiça Eleitoral…

Não é apenas uma briga partidária.

Mas uma disputa que pode definir o futuro de Bolsonaro e do bolsonarismo.

Você pode entender agora o que está em jogo por meio de uma investigação jornalística profunda e séria.

Que joga luz, mais uma vez, sobre os bastidores da política.