Na Cara

A justiça tarda…Só tarda…Professores Notificados.

By 12 de junho de 2019 Nenhum Comentário

Capítulos finais da greve dos professores da rede pública municipal de Teixeira de Freitas.

Após dias de paralização e greve, o que rendeu vários capítulos da greve dos professores em Teixeira de Freiras, acaba de acontecer mais um capítulo, a notificação da justiça, referente a decisão judicial, que decidiu pela ilegalidade da greve, obrigando os professores a voltarem para sala de aula, sob multa de 10 mil reais diários caso não cumpram a decisão.

A notificação aconteceu no início da noite dessa quarta feira 12 de junho.

Como tem o prazo de 48 horas para cumprirem a decisão judicial, provavelmente as aulas da rede pública municipal, só voltam a normalidade na segunda feira, provavelmente dentro desse prazo acontecera uma assembleia da categoria.

Concicidencia ou não, também está no processo final de contagem dos votos da nova diretoria da APLB, que tem a frente à professora Francisca Brasília, que concorreu com chapa única, mesmo com uma pequena divisão da classe, porém Unidos no movimento grevista.

Resta agora saber quais os próximos passos da APLB, que já indicou que irá recorrer da decisão e não descarta uma nova greve.

O movimento grevista dos professores movimentou todos os bastidores políticos da cidade é também foi a oportunidade dos possíveis pré candidatos, se manifestarem, no que podemos chamar de uma ótima oportunidade de palanque eleitoral, onde o alvo principal era o Prefeito Timóteo Brito e de tabela o legislativo municipal.

Aguardemos os últimos capítulos, mas já adianto, se não voltarem segunda, já terão que desembolsar 10 mil reais, algo que está difícil, até porque de forma impositiva foi descontado do salário dos professores os dias paralisados do mês de maio.