Na Cara

A falsa comunicação da Prefeitura de Teixeira de Freitas

By 19 de fevereiro de 2020 Nenhum Comentário

A última gestão que houve uma comunicação que funcionava parcialmente foi na época do ex Prefeito Wagner Mendonça. Depois o Padre Aparecido aboliu o setor e de lá pra cá nunca mais acertaram.

João Bosco tentou, mas o que aconteceu foi inflar um setor de release e cerimônial que só vivia em crise.

O esporte e a assistência social até que apareceram um pouco, devido o Serrano promover a secretaria, a passagem da tocha olímpica e o projeto zumba. Já a assistência social bastava aparecer, algo que foi feito dentro de um programa chamado ” O prefeito no seu Bairro”, mas ambas as ações das duas secretarias caminhavam de forma solo, pois a comunicação não tinha competência técnica para gerir ambas as estruturas e se virava nos 30.

Ou seja, nunca houve um setor de comunicação que pensasse de forma estratégica a não ser enviar releases para os sites.

Hoje continua a mesma coisa, um ótimo fotógrafo por sinal, mas só isso, o resto bate cabeça pra tentar imprimir uma imagem de comunicação que não existe.

Podemos dizer que hoje a comunicação de Timóteo sofre do mal de Bosco, onde se trabalha muito e ninguém sabe de nada.

Não entendem que comunicação não é só imprensa, não é só releases com textos enormes que da preguiça de ler.

Hoje a comunicação de Timóteo é gerenciada pela jornalista Michele Ribeiro, que também não pode fazer muita coisa, porque só tem uma equipe de release, algo que a jornalista já fez muito bem na gestão de João Bosco ao lado de Raissa Felix hoje esposa do ex Prefeito.

Tirar foto, criar texto e enviar para os sites é isso é nada mais que a comunicação produz.

Fico triste com o fotógrafo Wesley Morau que produz ótimas fotos, mas pouco se usa.

Enquanto isso, a prefeitura cheia de ações e obras em toda Cidade e poucos sabem, ou melhor só os que recebem releases sabem.

Uma comunicação falha pode colocar em ruína todo um sistema.